Home » Impotência Masculina » Impotência Sexual em Diabéticos
Impotência Sexual em Diabéticos

Impotência Sexual em Diabéticos

Impotência Sexual em Diabéticos

A diabetes constitui uma doença que, em muitos casos, pode favorecer o desenvolvimento de impotência sexual nos Homens. Sendo uma doença associada a um vasto conjunto de efeitos adversos, a diabetes necessita de um acompanhamento atento e cuidado por parte do médico e do paciente para que determinadas complicações fisiológicas possam eficazmente ser evitadas.

Ainda que a correlação entre a diabetes e a impotência sexual seja conhecida há já bastante tempo, é frequente quem sofre de ambos os problemas não estabelecer de imediato uma ligação entre os dois, o que acaba por contribuir, não só para dificultar o tratamento da disfunção eréctil, como também originar complicações relacionadas com a diabetes, uma vez que o paciente poderá acabar por tomar medicamentos para o desempenho sexual que levem ao agravamento do seu estado de saúde.

Como a diabetes origina Impotência Sexual

Os diabéticos tendem a experienciar o desenvolvimento de diversos tipos de modificações hormonais, vasculares e psicológicas, o que acaba por exercer um impacto negativo no funcionamento geral do organismo. Caracterizada pela diminuição da produção de insulina, esta é uma doença que contribui activamente para dificultar o fluxo sanguíneo por todas as regiões do corpo, podendo assim originar uma certa dificuldade em manter uma boa erecção. As alterações hormonais a que muitos diabéticos estão sujeitos também tendem a comprometer a qualidade do desempenho sexual, podendo, muito facilmente, suscitar cenários de disfunção eréctil.

Outro factor que faz com que a diabetes esteja intimamente associada à impotência sexual é a medicação utilizada por diabéticos. Diversos estudos realizados no decorrer das últimas décadas têm vindo a estabelecer uma forte correlação entre a disfunção eréctil e determinados medicamentos para o controlo da diabetes, explicando assim o porquê de tantos portadores desta doença apresentarem dificuldades no seu desempenho sexual.

Tratamento

O tratamento da impotência sexual potenciada pela diabetes pode revelar-se relativamente simples, desde que o paciente esteja disposto a seguir à risca todos os cuidados necessários para o controlo deste problema. Antes de mais, é importante referir que será sempre necessário que o paciente exponha, detalhadamente, a situação ao seu médico, de modo a que o mesmo  possa indicar todos os procedimentos necessários para o tratamento desta complicação.

O controlo atento dos níveis de glicose, bem como da pressão arterial, associados a uma alimentação cuidada e prática desportiva regular são medidas que podem eficazmente ajudar o paciente a melhorar a sua performance sexual, uma vez que a maior parte dos casos de impotência sexual originada pela diabetes está directamente relacionada com negligência por parte do paciente. É importante, por isso, que todos os portadores da doença sigam à risca  os tratamentos recomendados e nunca prescindam de consultar o seu médico com a maior regularidade possível. Isto ajudará a reduzir drasticamente as probabilidades de desenvolvimento de problemas de disfunção eréctil.

É importante também referir que quem, tendo diabetes, experiencie dificuldade em manter uma erecção, não deverá nunca tomar qualquer tipo de medicamento para o efeito sem antes consultar o seu médico. Isto ajudará a contornar complicações que se poderão mesmo revelar fatais.

Verifique também

Mitos sobre a impotência masculina

Mitos sobre a impotência masculina

A impotência masculina é um tema ainda muito mistificado, em relação ao qual continua a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.