Home » Prevenção » Os melhores afrodisíacos naturais
afrodisiacos naturais chocolate

Os melhores afrodisíacos naturais

A utilização de afrodisíacos naturais constitui uma forma simples e relativamente de segura de melhorar o desempenho sexual. Dotados da capacidade de aumentar significativamente o libido e combater algumas das complicações fisiológicas que podem dar origem à perda de potência sexual, os afrodisíacos representam uma excelente alternativa para quem procura combater a impotência sem para isso ter de recorrer a fármacos, que tão conhecidos são pelos seus efeitos extremamente adversos, e por vezes até fatais, para a saúde dos pacientes.

Afrodisíacos 100% naturais

Antes de mais, é importante referir que a eficiência de um afrodisíaco natural no tratamento da impotência sexual irá variar conforme a severidade do problema. Ainda que quase sempre consigam exercer um efeito auxiliar no combate a problemas de disfunção sexual, os afrodisíacos naturais nem sempre fornecem a cura definitiva para o distúrbio, por isso é importante não depositar muita fé nos resultados que conseguirá retirar deles, caso contrário poderá acabar por ficar desiludido.

Vale a pena também lembrar que, caso experiencie um distúrbio de ordem sexual, não deverá tentar resolver o problema por si mesmo. Alguns destes afrodisíacos são bastante seguros, mas outros podem, também, originar alguns efeitos adversos, pelo que, é importante consultar sempre o seu médico antes de optar por recorrer a qualquer uma destas alternativas para o tratamento do seu problema.

Ostra

Este molusco de corpo mole é há já muito conhecido pelas suas poderosas propriedades afrodisíacas. Dotado de uma grande abundância de zinco na sua composição nutricional, a ostra apresenta a capacidade de favorecer a produção de testosterona, actuando assim no sentido de melhorar eficazmente o desempenho sexual. No entanto, para que os efeitos possam realmente evidenciar-se, é importante que este alimento seja consumido com a maior regularidade possível.

Gengibre

O gengibre é particularmente eficaz na promoção de uma boa circulação sanguínea, o que em muito pode favorecer o tratamento e prevenção da disfunção eréctil, quando consumido numa base diária. Uma das grandes vantagens do gengibre é que constitui um condimento extremamente delicioso e versátil, que combina muito bem com quase todos os alimentos. Sendo, também, extremamente saudável, o gengibre não oferece grandes riscos para a saúde, pelo que, pode ser consumido regularmente.

Canela

Também a canela pode revelar-se um excelente afrodisíaco, quando correctamente integrado na rotina alimentar diária. Tal como o gengibre, a canela favorece a circulação sanguínea, sendo, por isso, conhecida pela sua capacidade, não só de aumentar, como também de prolongar o prazer retirado do acto sexual.

Ginseng

Mundialmente reconhecida pelas suas excepcionais propriedades medicinais, esta planta constitui um dos mais populares e eficazes afrodisíacos naturais a que se pode ter acesso. Capaz de actuar como um forte estimulante, revitalizante e regulador da pressão sanguínea, o ginseng, não só revela a capacidade de combater eficazmente a impotência sexual, como também de tratar diversos outros problemas de saúde, entre eles a fadiga, o stress e a depressão. Não deve, no entanto, ser tomado sem o devido acompanhamento médico.

Framboesa

A framboesa é, também, um afrodisíaco natural perfeitamente seguro para a saúde, pelo que, pode e deve ser consumido diariamente. Quando consumido de forma regular, a framboesa consegue exercer um impacto positivo na melhoria do desempenho sexual, uma vez que é composta por propriedades que se destacam pela capacidade de auxiliar no relaxamento dos músculos da zona genital, facilitando assim o alcance de uma boa erecção. No entanto, e ainda que seja um alimento bastante saudável, deve ser consumido com alguma prudência devido aos níveis de açúcar contidos no mesmo, que poderão revelar-se excessivos para diabéticos quando ingeridos em grandes quantidades. Recomenda-se, também, que consuma a framboesa sempre ao natural, pois é assim que se revelará mais saudável.

Chocolate

O chocolate representa um dos mais deliciosos afrodisíacos a que se pode ter acesso no mercado. Dotado de fortes propriedades antioxidantes e funcionando como um eficaz estimulante natural, o chocolate revela a capacidade de promover o desejo sexual, e assim combater distúrbios desta natureza, quando consumido com alguma regularidade. Dê preferência ao chocolate negro, que é o mais eficaz no tratamento de disfunções sexuais. Não se esqueça que o chocolate tende a apresentar elevadas concentrações de açúcar, por isso não deverá ser consumido em quantidades muito elevadas.

Pimenta

Outro excelente estimulante natural que é há já muito conhecido pelos seus efeitos benéficos na circulação sanguínea e capacidade de aumentar eficazmente o prazer retirado das relações sexuais. Quando consumido diariamente de forma moderada, a pimenta pode ajudar a melhorar a qualidade da vida sexual do Homem e da Mulher, desde que os distúrbios de ordem sexual não estejam a ser potenciados por factores mais sérios, como é o caso de doenças crónicas.

Alho

O alho possui propriedades nutricionais extremamente diversificadas e complexas, que apresentam a capacidade de combater um vasto número de problemas de saúde. No tratamento da impotência sexual, o alho também poderá desempenhar um papel muito importante, uma vez que, na sua composição, é possível encontrar Nítrico Óxido Synthase, uma enzima conhecida por favorecer a obtenção de boas erecções. Como é um alimento seguro, o alho poderá ser consumido diariamente, em praticamente qualquer tipo de prato.

Mel

Alguns estudos têm vindo a confirmar a capacidade do mel contribuir para a manutenção e aumento dos níveis de testosterona, o que, por sua vez, favorecerá o bom desempenho sexual e ajudará activamente no combate a problemas como a impotência sexual. No entanto, é importante que o consumo do mel seja levado a cabo de forma muito moderada, de modo a evitar efeitos adversos para a sua saúde. O ideal será não mais do que uma colher por dia. Vale a pena referir que, sendo um alimento extremamente nutritivo, o mel auxilia, também, na manutenção de um bom estado de saúde a nível geral, podendo, não só combater, como também ajudar a tratar imensos problemas de saúde. Apesar de tudo isto, os diabéticos deverão ter muito cuidado com o consumo deste produto, uma vez que o mesmo apresenta a capacidade de elevar rapidamente os níveis de açúcar no sangue, o que poderá exercer um efeito perigoso na saúde de diabéticos.

 

 

Verifique também

Problemas Cardiovasculares e Disfunção Eréctil

Problemas Cardiovasculares e Disfunção Eréctil

A disfunção eréctil caracteriza-se, essencialmente, pela incapacidade masculina de obter ou manter uma erecção passível …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.